Desafio

A Sapura, empresa brasileira especializada em serviços submarinos, contou com a Delfia para alcançar visibilidade da execução dos projetos para garantir a excelência operacional da frota de seis navios de suporte, instalação e conexão de dutos flexíveis.

A atividade da empresa de óleos e gás exige uma interação muito próxima a equipamento pesados, o que podem causar grandes danos se não forem perfeitamente manuseados. A visibilidade da execução dos projetos reduzir a exposição da tripulação a riscos, além de migrar a infraestrutura para a nuvem e desenvolvimento de um sistema mais amigável, diminuindo a necessidade de treinamento nos navios.

Solução

Para alcançar a visibilidade necessária, o time da Delfia implementou na Sapura a plataforma Splunk, de Internet das Coisas (Internet of Things ou IoT). A tecnologia coleta, integra e exibe, em tempo real e em um único painel no escritório em terra, dados dos equipamentos e das operações realizadas nos navios da companhia, que atuam a centenas de quilômetros da costa.

Resultado

Com o aperfeiçoamento da automação das operações a bordo, informações geradas por quase 10 mil sensores instalados em equipamentos, imagens do sistema de câmeras dos navios e conteúdos de fontes como bancos de dados, planilhas e sensores são transmitidos por meio de links de dados, via satélite, dos navios ao escritório da companhia, no Rio de Janeiro. “Com um sistema de alertas e a organização do tráfego, a Sapura passou a ter maior controle sobre a rede, utilizando de forma mais racional, os recursos da banda”, aponta Alex, CTO da Delfia.

Além do acompanhamento em tempo real, a Sapura tem acesso mais rápido a cada dado das operações depois que os projetos são realizados. “A empresa levava uma semana para compilar e gerar os painéis de performance das operações. Com a implantação da plataforma, esse tempo foi reduzido para um dia”, Ricardo Bicudo, CTO da Sapura.